FANDOM


Rio - Episódios de Simpsons que contêm piadas sobre vazamentos nucleares foram proibidos em vários países da Europa, como reação diante do perigo de uma catástrofe nuclear vivenciado pelo Japão. O canal alemão Pro7 foi o primeiro a se comprometer a não transmitir os episódios sobre o assunto.

Homer nuclear

No entanto, já se manifestaram também o ORF da Áustria e o SF da Suíça. O canal ORF levou a censura a níveis mais extremos e proibiu um total de oito episódios, segundo o Hollywood Reporter. Em um destes, os cientistas Marie e Pierre Curie, célebres por estudos sobre radiatividade no início do século XX, estão morrendo envenenados por excesso de radiação. Na abertura do programa, Homer Simpson lida de forma displicente com uma haste nuclear

Homer Simpson trabalha na Usina Nuclear de Springfield, onde as normas de segurança são notoriamente frouxas. Ele é Inspetor de Segurança Nuclear e constantemente adormece e negligencia seus deveres. Trabalhadores na usina japonesa de Fukushima estão lutando para resfriar reatores e evitar um colapso total.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.