FANDOM


Simpsons Roasting on an Open Fire
The Simpsons
[1]No sentido horário de esquerdo superior: Marge, Homer, Bart,Ajudante de Papai Noel (cachorro), Bola de Neve II (gato),Lisa e Maggie no centro.
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Género Sitcom, animação, sátira
Classificação etária [12+ i DJCTQ (Brasil)[14+] i DJCTQ (Brasil)
Criador Matt Groening
País de origem Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) Al Jean

Ian Maxtone-Graham John Frink James L. Brooks Matt Groening Matt Selman Sam Simon

Narrador(es) Dan Castellaneta

Julie Kavner Nancy Cartwright Yeardley Smith Hank Azaria Harry Shearer (Lista completa)

Tema de abertura The Simpsons Theme
Exibição
Emissora de

televisão original

Fox Broadcasting Company
Emissora(s) de

televisão lusófona(s)

Mostrar lista
[Expandir]
Formato de exibição 480i (SDTV) (1989-2009)1080i (HDTV) (2009-presente)
Transmissão original 17 de dezembro de 1989 - Presente
№ de temporadas 23
№ de episódios 501 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados The Tracey Ullman Show

Futurama

Portal Séries de televisão ·Portal TelevisãoProjeto Televisão

The Simpsons (Os Simpsons (título no Brasil) ou Os Simpson[1] (título em Portugal)) é uma comédia de situação animada estado-unidense criada porMatt Groening para a FOX. A série é uma paródia satírica do estilo de vida da classe média dos Estados Unidos, simbolizada pela família de mesmo nome, que consiste de Homer Jay Simpson, Marjorie "Marge" (Bouvier) Simpson, Bartholomew "Bart" Simpson, Elisabeth "Lisa" Marie Simpson eMargareth "Maggie" Simpson. A série se passa na cidade de Springfield e satiriza a cultura e a sociedade estado-unidense, a televisão e vários aspectos da condição humana.

A família foi criada por Groening e logo depois foi lançada como uma série de curtas de animação produzidas por James L. Brooks. Groening criou uma família disfuncional e nomeou os personagens como os membros de sua própria família, substituindo o seu próprio nome por Bart.[2]

Desde sua estreia, em 17 de dezembro de 1989, o programa já exibiu 501 episódios, e já tem mais uma temporada à ser exibida.[3][4] O filme do seriado foi lançado em 26 e 27 de julho de 2007 e arrecadou mais de meio bilhão de dólares em todo o mundo.

The Simpsons já ganhou inúmeros prêmios desde a sua estréia como uma série, incluindo 27 Prêmios Emmy, 27 prêmios Annie e um prêmio Peabody. A revista Time de 31 de dezembro de 1999 classificou The Simpsons como a melhor série do século XX[5], e 14 de janeiro de 2000 recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. The Simpsons é uma das séries de desenho animado dos Estados Unidos de maior duração[6] e o programa de animação americana de mais tempo no ar.[7] O "D'oh" (rosnado de aborrecimento de Homer), foi incluído no Oxford English Dictionary, enquanto a série influenciou vários sitcoms animados para adultos.[8]

Índice

 [esconder] *1 História

[editar]História

[editar]Desenvolvimento

Ver artigo principal: História de The Simpsons
Ver página anexa: Curtas de The Simpsons
[2][3]A família Simpson quanto apareceram pela primeira vez no The Tracey Ullman Show.

Groening concebeu a idéia de criar Os Simpsons no saguão do escritório de James L. Brooks. Brooks pediu Groening para lançar uma idéia para uma série de curtas de animação, que inicialmente Groening pretendia apresentar a sua vida na série. No entanto, quando Groening percebeu que a animação Life in Hell exigiria a extinção do direito de publicação de trabalho de sua vida, ele escolheu outra abordagem e formulou sua versão de uma família disfuncional.[9] Ele nomeou os personagens com os próprios nomes de seus familiares, substituindo "Bart" para o seu próprio nome, adaptando um anagrama da palavra "brat".[10]

A família Simpson apareceu pela primeira vez como curtas-metragens em The Tracey Ullman Show em 19 de abril de 1987. Matt Groening foi submetido a apresentar apenas esboços básicos para as animações e assumiu que os valores seriam limpos na produção. No entanto, as animações foram apenas re-traçadas em seus desenhos, o que levou ao aparecimento bruto dos personagens nos episódios iniciais de curta duração. Um dos primeiros trabalhos da empresa Klasky Csupo foi a criação de sequências de animação para o The Tracey Ullman Show, que levou para o início de The Simpsons.[11] A animação foi produzida domesticamente por Klasky Csupo,[12] com Wes Archer, David Silverman e Bill Kopp, sendo animadores para a primeira temporada.[13] Gyorgyi Peluce foi o colorista e a pessoa que decidiu tornar os personagens amarelos.[13] Em 1989, uma equipe de empresas de produção adaptaram The Simpsons em uma série de meia hora para a Fox Broadcasting Company. A equipe hoje forma a Klasky Csupo animation house. Jim Brooks negociou uma cláusula no contrato com a Fox que á impediu de interferir com o conteúdo do programa.[14] Groening disse que seu objetivo na criação do show foi a de oferecer ao público uma alternativa ao que ele chamou de "lixo" o que estavam assistindo.[15] A série de meia hora estreou em 17 de dezembro de 1989 com o episódio "Simpsons Roasting on an Open Fire", um especial de Natal. "Some Enchanted Evening" foi o primeiro episódio de longa-metragem produzido, mas não transmitido atémaio de 1990, como o último episódio da primeira temporada, por causa de problemas de animação. Em 1992, a Tracey Ullman moveu uma ação contra a Fox, alegando que seu show foi a fonte do sucesso da série. A ação dizia que ela deveria receber uma parte dos lucros de The Simpsons,[16]-uma alegação rejeitada pelos tribunais.[17]

[editar]Produtores Executivos

Lista de produtores ao longo da série

Matt Groening e James L. Brooks têm servido como os produtores executivos, durante toda a história da série, e também funcionam como consultores criativos. Sam Simon foi descrito pelo ex-diretor da série, Brad Bird, como "o herói desconhecido",[18] que serviu também como supervisor criativo para as quatro primeiras temporadas. Ele estava constantemente em conflito com Matt Groening,James L. Brooks e com a Gracie Films. Por este motivo, ele desistiu da série em 1993.[19] Antes de desistir, ele negociou um acordo que vê em receber uma parte dos lucros a cada ano, e um crédito de produtor executivo, apesar de não ter trabalhado no show desde1993.[20] A posição mais envolvida no programa é a do escritor principal, que gerencia a produção do show para uma temporada inteira.[13]

[editar]Escritores

[4][5]Al Jean (à esquerda) é o atual produtor executivo do show e David Mirkin (à direita) é um ex-produtor executivo e tem sido uma parte da equipe de roteiristas desde 1994.

A primeira equipe de escritores, foi montada por Sam Simon, composta por John Swartzwelder, Jon Vitti, George Meyer, Jeff Martin, Al Jean, Mike Reiss, Jay Kogen e Wallace Wolodarsky.[21] Tipicamente, consistem em dezesseis escritores que propõem as idéias para os episódios no início do mês de dezembro.[22] O autor principal de cada episódio escreve o primeiro rascunho. As sessões de grupo reescrevem e desenvolvem scripts finais, que permitem adicionar ou remover piadas, inserir cenas, e organizar re-leituras do texto por intérpretes vocais do show.[23] Até2004,[24] George Meyer, que tinha desenvolvido o show desde a primeira temporada, estava ativo nessas sessões. De acordo com o longo tempo, o escritor Jon Vitti inventou as melhores histórias em um dado episódio, apesar de outros escritores receberem os créditos no script final.[23] Cada episódio leva seis meses para ser produzido; o show tão raramente comenta sobre os acontecimentos atuais.[25]

Creditado com sessenta episódios, John Swartzwelder é o escritor mais prolífico de todos do show.[26] Um dos escritores mais conhecidos éConan O'Brien, que contribuiu com vários episódios no início de 1990, antes de substituir David Letterman, anfitrião do talk show Late Night.[27] O comediante Ricky Gervais escreveu o episódio "Homer Simpson, This Is Your Wife", tornando-se a primeira celebridade a escrever um episódio e a primeira estrela convidada em um episódio do show.[28]Seth Rogen e Evan Goldberg, escritores do filme Superbad, escreveram o episódio "Homer, the Whopper".[29]

No final de 2007, os roteiristas de The Simpsons entraram em greve, juntamente com o resto do Sindicato dos Roteiristas da América. Os escritores da série já haviam se juntado ao sindicato em 1998.[30]

[editar]Dubladores

Ver página anexa: Lista de dubladores de The Simpsons

The Simpsons possui seis membros do elenco principal: Dan Castellaneta, Julie Kavner, Nancy Cartwright, Yeardley Smith, Hank Azaria e Harry Shearer. Castellaneta faz Homer Simpson, Abraham Simpson, Krusty, Barney Gumble e outros personagens masculinos adultos.[31] Julie Kavner realiza a voz de Marge Simpson e suas irmãs Patty Bouvier e Selma Bouvier, e outros vários personagens menores.[31] Castellaneta e Kavner foram uma parte do elenco do The Tracey Ullman Show e foram dadas as partes para que não seria necessário novos atores para o elenco.[32] Cartwright realiza as vozes de Bart Simpson, Nelson Muntz, Ralph Wiggum e de outras crianças.[31] Smith, a voz de Lisa Simpson, é o único membro do elenco que regularmente interpreta apenas um personagem, embora, ocasionalmente, ela interpreta outros personagens ao longo de outros episódios.[31] Os produtores decidiram realizar uma escolha de um elenco para o papel de Bart e Lisa. Smith tinha sido inicialmente convocada para o papel de Bart, mas diretora de elenco Bonita Pietila acreditava que sua voz era muito aguda para o personagem,[33] então ela foi convocada para o papel de Lisa em seu lugar.[34] Cartwright originalmente executou a voz de Lisa, mas ao chegar na audição, ela descobriu que Lisa foi simplesmente descrita como a "filha do meio" e que no momento, não inha muita personalidade. Cartwright se tornou mais interessada no papel de Bart, que foi descrito como "desonesto e irreverente".[35][36] Cartwright é a única dos seis principais integrantes do elenco de The Simpsons quejá haviam sido treinados profissionalmente em dublagem antes de trabalhar na série.[37] Azaria e Shearer não dublaram nenhum dos membros da família Símpson, mas desempenharam a maioria das vozes dos personagem do sexo masculina na cidade de Springfield. Azaria, que tem integrado uma parte do elenco regular de vozes de The Simpsons desde a segunda temporada,[38]realiza as vozes recorrentes de personagens como Moe Szyslak, Chefe Wiggum e Apu Nahasapeemapetilon. Shearer realiza as vozes para o Sr. Burns, Waylon Smithers, Diretor Skinner, Ned

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.