Barraestabelenew.png
 
Springfield ShopperSpringfield Shopper 3.jpg
Distrito:
800px-Flag of the United States svg.png Distrito de Springfield
Endereço:
Centro de Springfield
Dono:
Indisponível
Moradores:
Indisponível
Construção:
Indisponível
Primeira Aparição:
Adivinhe quem vem para criticar
 

O Springfield Shopper é o jornal local mais popular e dominante em Springfield.

História

Springfield Shopper yellow.png

O jornal foi fundado em 1883 por Johnny semente de jornal, um menino que viajou pela América fundando jornais.

O Shopper fundiu-se com o Springfield Times, Post, Globe, Herald, Jewish News e Hot Sex Weekly, tornando-se o maior jornal de Springfield.

O jornal também foi comprado brevemente por Charles Montgomery Burns, que estava em uma missão para controlar toda a mídia em Springfield, e pelos Movimentarianos, um culto maligno que tentava fazer lavagem cerebral em todos os Springfieldianos.

Trabalhadores

Recursos

Sátira da imprensa americana, o jornal traz seções de opinião, esportes, gastronomia, mundo, artes, religião e lazer. Tende a histórias do tipo tablóide, com manchetes como 'Woman Weds Ape', 'Hippo Promoted To Detective' e 'Crazed Mom Goes Topless' (Fotos, páginas 3–28). O custo do jornal tende a variar entre nada e U $ 1,00, com o preço médio sendo 25 ¢.

Em Três gays do condomínio, um dos gays com quem Homer se muda é visto lendo o New York Times. Homer fica surpreso e pergunta por que ele está lendo o NYT, apesar de não morar em Nova York. Ele responde que é porque todas as manchetes são uma piada no The Springfield Shopper.

Por trás das gargalhadas

Um Springfield Shopper de 8 páginas foi publicado, escrito pelo próprio criador dos Simpsons, Matt Groening. Foi encontrado dentro de um jornal como um recurso para anunciar o The Simpsons Movie. O Springfield Shopper é publicado em Springfield, IL, desde 1975.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.